MEDICAL COACHING – COMO PODE ME AJUDAR?

Por Maggie João, PCC

Há momentos em nossas vidas em que muitas coisas não correm como esperamos, enfim, não correm bem. Pode ser um amor não correspondido, uma carreira interrompida, um trabalho que não o satisfaz. São todos momentos complicados, mas nenhum é tão complicado como quando algo impacta negativamente nossa saúde.

Entre doenças crónicas, doenças degenerativas, quadros de risco de vida iminente, ser cuidador ou mesmo a perda e o luto, se pode viver momentos muito profundos, onde são vivenciadas emoções muito fortes.

Por vezes, nesses momentos não conseguimos ter a capacidade de olhar para nós de uma forma tolerante, benevolente, amiga até. E muitas vezes sentimos pena de nós próprios e até fica fácil cair na vitimização.

Por outro lado, cada vez mais os pacientes se podem sentir isolados e sozinhos, não só porque os sistemas nacionais de saúde não funcionam muito bem, como também os médicos são escassos para tantos doentes. Adicionalmente, as terapêuticas e fármacos já estão tão evoluídos que facilmente podem ser administrados pelo próprio doente. Portanto, vamos cada vez mais percorrendo um caminho em que nos podemos vir a sentir sozinhos e/ou isolados.

É aqui que o Medical Coaching surge, como aquele acompanhamento a pessoas que estão passando por um processo médico (sejam elas cuidadores, sejam elas pacientes), e que querem desenvolver a sua resiliência e criar ou descobrir os seus recursos internos mentais e emocionais.

As sessões de Medical Coaching entre o Medical Coach e o cliente são confidenciais e não substituem as consultas médicas. Porém, há situações em que o Medical Coaching não se aplica, são todas as situações ligadas a diagnósticos psiquiátricos.

É de salientar que o cliente de Medical Coaching é um cliente funcional, que se depara com uma crise de saúde ou um quadro médico desafiante para o qual quer atuar de uma forma completa, vivendo a vida de uma forma inteira e não em partes. Porque nós somos muito mais do que a soma das nossas partes, nós somos o todo. Mas quando estamos debilitados não nos sentimos um todo, nos sentimos quebrados interiormente e por vezes exteriormente.

O Medical Coaching é dirigido não só para pacientes, como também para cuidadores, que frequentemente se esquecem de viver as suas vidas em prol da qualidade de vida de quem cuidam, independentemente de este ser seu familiar ou não. Adicionalmente, o Medical Coaching também trabalha com os profissionais de saúde para desenvolver as suas capacidades de comunicação e ligação ao paciente.

Estar em harmonia conosco próprios vai para lá do nosso corpo e mente, engloba também as nossas emoções e nós enquanto seres espirituais. As sessões de Medical Coaching são conversas focadas em quem quero ser nessa fase da minha vida e como fazer acontecer essa visão e esses objetivos. São sessões muito práticas, onde se podem aplicar vários exercícios que nos ajudam a tomar consciência do que quero e não quero, do que tenho e não tenho, do que sou e não sou.

O meu desafio para você é ajudá-lo a encontrar o seu equilíbrio com tudo o que a sua vida lhe está trazendo: desafio, stress, dor, perda, expectativas não correspondidas. É um desafio baseado na sua regeneração em vários sentidos, não apenas de ressignificar (dar outro significado aos acontecimentos de nossa vida), como também de repensar crenças e sobretudo de (se) reconectar consigo e com os outros.

Espero por si!
Maggie João, PCC
Portugal/Lisboa
www.maggiejoao-coaching.com
Maggie.joao@maggiejoao-coaching.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *