O QUE É CONSTELAÇÃO SISTÊMICA ORGANIZACIONAL E PARA QUE SERVE?

Por Wania Moraes

A constelação sistêmica organizacional é um método que contribui para que a empresa possa se organizar melhor, gerar mudanças, reduzir conflitos, elevar a motivação, melhora o fluxo das informações e falta de sucesso não considerados como patológicos dentro do sistema organizacional.

Antes de iniciarmos poderemos dar uma pequena visão do que é sistema, sendo este conceito muito amplo e que requer muito mais do que apenas algumas frases. Está sendo colocado apenas como uma referência para que possamos entender um pouco de ondem vem o conceito dentro da constelação. Sistema é um conjunto de elementos, concretos ou abstratos, intelectualmente organizados. E como sistêmico tudo que possui uma classificação clara, cuja estrutura pode ser facilmente reconhecida e compreendida. Como exemplo podemos trazer a tabela periódica dos elementos que representam a estrutura das partes em foco. No contexto que irei colocar podem ser compreendidos como um todo subdividido que segue um determinado princípio de ordem.

No contexto que irei escrever o conceito de sistema estará sendo priorizado o relacionamento das partes integrantes entre si. Para essa forma especifica de relacionamentos será a interdependência, ou seja, os elementos no sistema existem dentro de um contexto e seu comportamento influencia o dos demais a ponto de qualquer mudança que haja em um determinado lugar, irá gerar mudança em outro e que também tem efeito no primeiro.

Uma das contribuições recebidas pela Constelação é a utilização do Psicodrama de Jacob Levy Moreno, terapeuta da década de 30. O objetivo do Psicodrama é poder conhecer e testar novas possibilidades e aplica-las por meio da troca de papeis.

Outra contribuição foi a de Virginia Satir, também terapeuta, sendo muito estudada pelos cofundadores da PNL-Programação Neurolinguística que dá ênfase na estrutura que forma o vínculo entre os membros da família ou do sistema. Virginia Satir trouxe a escultura familiar, que evidencia os modelos de relacionamentos negativos, abrindo, com a conscientização das estruturas, novas perspectivas e desenvolvimento para o sistema. Como escultura Virginia coloca que são os comportamentos expressos pelas pessoas, como gestos e mimicas das pessoas que são representadas e que participam do trabalho. Nesses gestos, mimicas e sensações são observadas semelhanças aos que foram representados. Com isso Virginia concluiu que as pessoas tendem a experimentar sentimentos semelhantes quando assumem posturas semelhantes.

A constelação sistêmica trabalha com o cliente e o grupo de representantes não possuem informação alguma sobre a questão que será constelada e nem sobre o sistema do cliente. Por exemplo numa constelação pode acontecer de algum representante ter a sensação de estar excluído e o que nos demonstra que a pessoa daquele lugar foi posicionada assim segundo sua imagem interior do cliente.

A constelação pode ser vista sob duas perspectivas, uma trazer à tona a realidade do sistema como ele se apresenta na percepção do cliente que são ao padrões de relacionamento, as necessidades, emoções do sistema do cliente, proporcionando ao cliente uma percepção distanciada do seu próprio sistema, sem interferências externas.

A outra perspectiva é trazer a possível solução ou um passo adiante para o caminho a solução.

Após concluído o processo ou passo possível a ser dado pelo sistema, o cliente pode assumir seu novo lugar no sistema alterado para incorporar a mudança.

Dentro da constelação organizacional são utilizados como informações as relações entre os membros do sistema, como rescisões, novas contratações, reorganizações dentro da empresa, fusões, etc.).

Dinâmicas básicas da Constelação Organizacional

  • Organizações
    • Se revelam de forma análoga nas empresas
    • Não por relações de parentesco – por metas e ações conjuntas
    • Sem focalizar unidades isoladas
    • A empresa na inter-relação complexa dos seus elementos
    • É mais do que a soma de seus funcionários
    • Elementos interdependentes – mudança – gera mudança
    • Um impacta no outro, que impacta no um e no ambiente
    • Compensação, vínculo e ordem – um depende do outro para continuar existindo

O Método

A identidade do sistema gera elementos

A identidade do sistema da empresa ou organização é gerada pelo fato de existirem os elementos, que são as pessoas, e esses elementos, que são as pessoas, só existem pelo fato somente de que a realidade sistêmica os gera como seus elementos. Esses elementos, que são as pessoas, não existem fora desse sistema e sem a interação desses elementos, que são as pessoas, o sistema da empresa ou organização deixa de existir.

A identidade do sistema é gerada pelo fato de que os elementos produzem o sistema, e os elementos existem somente pelo fato de que a realidade sistêmica os gera como seus elementos. Esses elementos não existem fora do sistema e, sem a interação dos elementos, o sistema deixa de existir. Adiante um desenho que demonstra essa interdependência.

identidade do sistema

Wania Moraes Troyano
Coach em Resiliência, palestrante, facilitadora e escritora Seja a melhor versão de si mesmo wania@waniamoraes.com.br

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *