5 ATITUDES PARA SUBIR DE NÍVEL COMO PROFISSIONAL

Por Priscila Zart

O que você pode fazer para alcançar o próximo nível na sua carreira? Na sua empresa? Na eficiência do seu trabalho? 

1) Conheça você mesmo

O autoconhecimento é uma das maiores chaves para o sucesso. Olhe para dentro e reconheça quais são seus pontos fortes e seus pontos de melhoria.

Quais são seus talentos e habilidades? No que você é realmente bom? Que atitudes você tem que comprovam isso? O que você ainda pode melhorar ou aprender?

Tenha determinação para explorar seus pontos fortes no seu trabalho e humildade para evoluir naquilo que ainda precisa melhorar.

A clareza sobre si mesmo e as atitudes diferenciadas decorrentes disso farão você se destacar no desempenho do seu trabalho e na sua relação com seus colegas.

2) Saiba separar uma crítica ao seu trabalho de uma crítica à sua pessoa

Nem sempre uma crítica ao trabalho que você fez ou a maneira com que lidou com algum problema significa uma crítica a você como pessoa. Não misture as coisas!

É importante saber separar essas duas esferas para manter um bom relacionamento e comportamento positivo com seus colegas e líderes.

Se você foi ineficiente em alguma situação, não significa que você é uma pessoa ineficiente. Se você conhece bem a si mesmo (vide atitude 1), você terá tranquilidade quanto ao que você é o que você não é.

Aprenda com o que estão lhe falando e ouça os motivos das críticas. Vá além da superfície, procure saber mais e investigue os porquês. Seja humilde para analisar o que você poderia ter feito diferente para ter resultados melhores. Mostre que você quer evoluir. Não estamos certos todas as vezes!

E se você acredita que lidou com a situação da melhor maneira que poderia, nisso você está certo!

Todos nós tomamos as melhores decisões que poderíamos ter tomado naquele momento. Nosso cérebro analisa as opções, combinadas com o conhecimento que temos, e toma uma decisão, a melhor que ele encontrou. Mesmo se 1 segundo depois, alguma coisa fez você mudar de ideia, foi porque 1 segundo depois você teve uma informação que antes não tinha.

Na próxima vez, a partir dessa nova experiência e aprendizados, você fará diferente.

3) Aprenda a aprender

Não espere a empresa dizer a você o que fazer, o que estudar, qual curso fazer, onde se aperfeiçoar. Você é responsável pelo profissional que você é.

Você tem total capacidade de ter iniciativa a respeito dos seus estudos, sobre qual área você deseja saber mais, sobre qual curso poderá lhe trazer melhores resultados para a sua carreira. Você é quem faz o seu crescimento, não a empresa.

No momento que você entender isso, todo o seu comportamento começará a mudar.

Não ter condições de investir dinheiro em um curso formal também não é desculpa para não continuar evoluindo. A internet está cheia de conteúdos e cursos gratuitos online, vídeos e e-books para ajudar você a aprender coisas novas. Busque fontes de confiança para obter seus conhecimentos e, mais importante, pratique! Faça testes, analise, repita muitas vezes.

Segundo Geronimo Theml, somente com esse ciclo você cria uma habilidade nova: com conhecimento, prática e repetição.

Hoje em dia mais vale a iniciativa, a experiência e os resultados que você tiver com esses novos aprendizados do que ter apenas mais um certificado na parede.

Aprender a aprender é uma das melhores qualidades que você pode construir para aumentar seu valor como profissional, pois mesmo se você não souber fazer algo que seu trabalho está pedindo, você poderá dizer “me dá uns dias que eu aprendo”.

Faça isso por você, não apenas pelo seu trabalho. Você será um profissional mais capacitado, uma pessoa com mais iniciativa, e levará isso também para outros âmbitos da sua vida.

4) Saiba se comunicar com eficiência

Aprenda a se comunicar. E não apenas com colegas próximos, mas com todos os que você tem relação no seu trabalho.

Você faz uma apresentação de si mesmo a todo o tempo. Na maneira com que conversa com colegas, chefes ou clientes, na maneira com que apresenta um projeto, na maneira com que trabalha com sua equipe, na maneira com que recebe uma crítica (vide atitude 2).

Saber falar e escrever são habilidades importantes (para melhorá-las, lembre-se da atitude 3) e fazem parte da esfera da Comunicação Verbal.

Porém, há também a Comunicação Não Verbal: as posturas, os gestos, os olhares, a maneira de andar ou de se movimentar. Seu corpo inteiro fala por você, e você deve estar atento a isso se quiser se comunicar de maneira eficiente sobre quem você é ou como você gostaria de ser visto pelos seus companheiros de trabalho.

Comunicação é muito mais do que as palavras que são ditas. Comunicação envolve um emissor (você) e um receptor (o outro), e só há comunicação efetiva quando o receptor recebe a mesma mensagem que você enviou.

É muito importante ter a certeza de que a pessoa com quem você está se comunicando realmente entendeu o que você quis dizer. Não basta falar ou enviar um e-mail e considerar que comunicou algo. Está feito, você “se livrou”. Não é bem assim. É preciso ter a certeza de que a mensagem não passou por ruídos ou interpretações distorcidas. É seu papel garantir que a mensagem ficou clara, afinal, você é o emissor.

5) Tenha pessoas positivas na sua vida

“Diga-me com quem andas e te direi quem és” não é apenas uma frase de efeito. Ela possui muita verdade, afinal, você é a média das 5 pessoas com quem mais convive.

Recebemos influências e nos comunicamos com muitas pessoas, porém, aquelas principais que mais passamos o nosso dia a dia são as que mais nos ajudam a criar a maneira com que enxergamos a realidade à nossa volta.

Por isso, é extremamente importante estarmos sempre envoltas de pessoas positivas, otimistas, que tenham os mesmos valores que você, pessoas que te puxem para cima!

Se você conversa ou anda muito com colegas que estão sempre para baixo, reclamando da vida, reclamando da empresa, reclamando da política, da crise, do mundo, repense. O que isso lhe traz de bom? Como o seu ânimo fica depois de passar tempo com essas pessoas?

Para alcançar os seus objetivos, sejam eles quais forem, é necessário pensamento positivo, ânimo, determinação e comportamento voltado para AÇÃO. É necessário que você tenha energia, foco e disposição para aprender.

Ande com pessoas que te trazem boas vibrações e compartilhe também as suas com elas! Crie um ambiente de injeções positivas com pessoas que querem crescer assim como você, em busca dos objetivos de vida de cada um.

Então, fez sentido para você essas 5 atitudes?

Se sim, conta nos comentários o que você poderá fazer HOJE para começar a botar em prática 🙂

Priscila Carvalho Zart
Coach de Carreira e Inteligência Emocional

55 51 99977- 1805
www.coachpriscila.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *